0. AngaOS‎ > ‎4. Acordos‎ > ‎

4.1 Revisão de Acordos

Para que continuem relevantes, é importante que os acordos evoluam continuamente. 


Com o tempo, acordos tendem a perder seu valor, dado que os contextos observados e as necessidades (tensões), tendem a se alterar. Dessa forma, é importante ter disciplina para manter-se revisando os acordos, para garantir que estejam coerentes com a realidade.


Os detalhes

A revisão regular de acordos é uma prática essencial para uma organização que evolui. Ela pode ser realizada em uma Reunião de Governança, como uma pauta, ou em uma reunião específica para tal. Caso seja em uma reunião específica para tal, é importante notar que no caso de exclusão ou evolução do acordo, deve ser feita uma Tomada de Decisão por Consentimento, ou seja, a reunião deve reunir as pessoas que decidiriam em governança.


O passo a passo para a Revisão de Acordos encontra-se abaixo.



1. Preparar para revisão. É importante que os facilitadores de círculo insiram em alguma pauta de Reunião momentos para falarmos sobre os acordos. Antes da reunião, o responsável pela revisão deve levantar informações e dados importantes para a avaliação do grupo. Uma referência para isso são as perguntas de esclarecimento do acordo, especialmente os critérios quantitativos e qualitativos de avaliação do sucesso do acordo.



2. Ouvir relatos. O facilitador convida cada pessoa do grupo a compartilhar sua visão sobre o acordo, respondendo a duas perguntas:

  1. Como esse acordo nos ajudou?
  2. Que incômodo(s) eu tenho em relação a esse acordo?

3. Reavaliar tensão. O facilitador deve perguntar aos participantes da reunião: a tensão que deu origem ao acordo ainda é relevante?
  • Caso o grupo decida que não, isso pode ser um indicativo de que o acordo deve ser terminado. Porém, pode indicar também que o conteúdo do acordo ainda é relevante, mas a tensão que ele atende deve ser revisada.
  • Caso o grupo decida que sim, isso pode ser um indicativo de que o acordo deve ser revisado ou mantido.


4. Exibição Assertiva: exibição no APP acordos que facilite a percepção de que há acordos com necessidade de revisão e com a validade excedida;

5. Revisar acordo. Foi adicionado uma automatização para apoiar a (o) guardiã (o) a lembrar dos acordos que estarão próximo do seu vencimento.
A partir dos relatos e da reavaliação da tensão, o facilitador pode fazer as perguntas abaixo para que o grupo defina como quer prosseguir:
  • Existe alguma razão para terminarmos esse acordo? 
  • Podemos melhorar esse acordo de alguma forma?
    • Caso a resposta do grupo seja não, o acordo se mantém como está.
    • Caso a resposta do grupo seja sim, o grupo propõe alterações no acordo, que devem ser validadas por meio de uma Tomada de Decisão por Consentimento.
6. Follow-up. Terminada a revisão, o grupo deve concordar na próxima data de revisão do acordo, que será registrada pelo Guardião do círculo. Além disso, caso algum afetado pelo acordo não esteja presente na reunião, é importante que seja comunicado da decisão tomada. Por último, caso o acordo resulte em uma alteração significativa para o dia a dia, é importante definir responsáveis por alterar processos, padrões, estruturas ou qualquer outro elemento afetado pelo novo acordo.

Após Reunião de Governança do dia 08/10/2019 consentimos acrescentar o processo abaixo na revisão de acordos:

 De fato falar sobre acordos em ReuniõesSensibilização de facilitadores para inserirem na pauta um momento para revisão



Melhoria das notificações; Revisar as automações recebidas pelo guardião e responsáveis pelos acordos;

  • Validar e certificar o envio de notificação ao guardião alertando que o acordo precisa ser revisado;

  • Validar e certificar o envio de notificação ao guardião alertando que a validade do acordo terminou;


Monitorar Satisfação: Automatização para avaliarmos a satisfação dos envolvidos com o acordos ativos;

Exibição Assertiva: Criar uma exibição no APP acordos que facilite a percepção de que há acordos com necessidade de revisão e com a validade excedida;

Responsabilização dos Papéis Sistêmicos: Para acordos mais gerais, deixar claro que os responsáveis pela revisão é o papel de guardiã(o) do círculo;