6. Tribo‎ > ‎3. Processos‎ > ‎3. Acordo de Remunerações‎ > ‎Revisão‎ > ‎

Guia Coaching em Duplas

PARA QUE SERVE O COACHING EM DUPLAS?


O coaching em duplas é uma ferramenta para você conseguir observar com mais profundidade a sua situação atual, alguma tensão ou desafio que você enfrenta hoje e, assim, assumir diferentes perspectivas sobre o assunto e encontrar as suas próprias respostas para como agir nesse contexto. Para que isso de fato aconteça utilizamos como base a metodologia do Coaching Circle, porém adaptada para uma dupla :)


O QUE É COACHING CIRCLE?


Essa é uma metodologia que transformamos em ferramenta aqui no Grupo Anga para embasar o nosso apoio para alguém que esteja com um desafio seja pessoal ou profissional. O coaching circle forma um círculo temporário para que, em um encontro, um grupo de pessoas (preferencialmente no mínimo 3) ajuda o coachee a enxergar melhor o seu desafio e quais são possíveis alternativas para lidar com ele. Nesse caso, será um encontro apenas entre você e a sua dupla!


Não é um grupo de aconselhamento, mas sim uma espécie de espelho para projetar de volta para o coachee como está o seu momento, o que de fato é esse desafio e como ele próprio sente que deve caminhar. E isso será uma via de mão duplas, assim como você exerce o papel de coach apoiando alguém a enxergar o desafio que vive hoje, você também será o coachee e, portanto, receberá a ajuda da sua dupla para entender e lidar melhor com o seu desafio.


Qualquer formato de coaching não busca dar respostas prontas ou mostrar um caminho, mas ajudar a própria pessoa a encontrar as suas próprias respostas.


Quer se aprofundar mais nessa metodologia? Então não deixe de ver esse vídeo:

Introdução ao Coaching Circle



QUAIS OS PAPÉIS?


1. Coachee (a pessoa que trará a tensão/desafio): compartilha uma aspiração pessoal e uma tensão/desafio (caso) que seja

concreto, atual e importante para você, no qual você é um ator chave da questão e obtendo mais insights sobre ela poderia fazer uma grande diferença na situação no futuro. Esta etapa pode ser apresentada em 15 minutos. Certifique-se de incluir os limites de aprendizagem pessoais (o que precisa deixar ir ou se desprender e aprender)


2. Coach: quando estiver no seu momento de atuar como coach, ouça atentamente e profundamente. Não tentando achar soluções para o problema, mas mantendo-se atentos às imagens, sentimentos e gestos interiores evocados em você durante a narração do caso.


Ajudar alguém a encontrar as suas próprias respostas sem enviesar o pensamento para o que você acredita ser o “caminho certo” é bastante desafiador. Por isso, vale entender mais sobre os 4 níveis de escuta criados por Otto Scharmer:


4 níveis de Escuta | Otto Scharmer



COMO FUNCIONA?


ETAPA

TEMPO (min)

DESCRIÇÃO

1

2

Definir quem começa expondo o seu desafio ou tensão

2

7

Exposição do caso pelo primeiro coachee.

Reflita sobre o seu caso, explorando as questões abaixo:

a. Situação atual: Qual é o principal desafio/questão que enfrenta no momento?

Intenção: Qual é o futuro que quer você está tentando criar?

b. Stakeholders: como os outros vêem essa situação? Quem está envolvido?

c. Intenção: qual futuro você quer criar?

d. Limite de aprendizagem: o que você precisa deixar ir e o que precisa aprender?

e. Ajuda: Onde você sente que precisa de ajuda e inputs?

O coach pode fazer perguntas para esclarecer o caso

3

2

Silêncio

a. Conecte o seu coração ao que você está ouvindo

b. Ouça a ressonância: Que imagens e sentimentos surgem para você?

4

9

Espelhamento: imagens (abrir a mente), Sentimentos (abrir o coração), gestos (abrir a vontade)

a. O coach compartilha gestos, imagens, metáforas e sentimentos que vieram do silêncio ou enquanto

ouviam a descrição do caso.

b. O coachee é um observador atento a todas as falas e movimentos e depois de escutar, reflete sobre o que evocou nele.

5

15

Diálogo Generativo

a. Todos refletem sobre a análise do coachee e começam um Diálogo Generativo, buscando

explorar novas perspectivas e visões sobre a situação e jornada do coachee.

B. Navegue pelo fluir do fiálogo. Construa em cima das ideias dos demais. Esteja a serviço docoachee sem a pressão de ter que resolver o desafio dele.

6

35

Inversão de papéis

a. Quem estava como coach agora assumi o papel de coachee e vice-versa

b. Vocês passam pelas mesmas etapas anteriores de: Exposição do caso, Silêncio, Espelhamento e Diálogo Generativo.

7

5

Encerramento

a. Cada um compartilha: o que mudou para mim? Como eu vejo a minha situação e vou seguir adiante?


Opcional: Escrita individual para registro do aprendizado



Qualquer dúvida é só procurar o Klyns, nosso COO, ou a Sté, nossa representante de DHO! ;-)


Č
Comments