6. Tribo‎ > ‎4. Ferramentas‎ > ‎

5. Comercial


Diagnóstico de tensão 

Situação:
  • Quando não há clareza do que está acontecendo na organização;
  • Quando existe a necessidade de priorização sobre o que fazer primeiro;
  • Quando o briefing é muito confuso;
  • Quando o cliente precisa de buy-in interno.
Time: 2 facilitadores (ideal), possível com apenas 1 pessoa. 
Nível de dificuldade: fácil / intermediário 
Grupo: Ideal de 4 até 8 pessoas

O que:
Uma atividade de 2hs para identificar a tensão cultural presente e alinhar quais serão os próximos passos prioritários no trabalho de cultura do cliente. Esse workshop irá levantar os desafios e oportunidades, e discuti-los entre todos os envolvidos para priorizá-los.

Como funciona:
A primeira etapa é trazer clareza das oportunidades e desafios observados pelo grupo. Fazemos isso através da construção de uma narrativa. Descrevemos como é a situação atual e, em seguida, a história que gostaríamos de ver acontecer. A partir destes dois cenários, construiremos a tensão criativa sobre o desafio de cultura da empresa.

A partir desta visão macro da tensão criativa, seguimos para a segunda etapa onde detalharemos as tensões mais específicas presentes na visão.

O que é importante para o sucesso desta atividade:
- Delimitar o foco de trabalho. Neste caso, estamos focando apenas no desafio de cultura da empresa. 
- Confiança, atenção e presença plena durante a atividade. Essa é uma atividade de co-criação e o sucesso depende diretamente da atenção coletiva dada ao processo. 

Passo-a-passo: 


Passo 1: Percebendo oportunidades e desafios
Tensão não é um problema a ser resolvido, mas sim um combustível para mudanças.
Idealmente, queremos encontrar as tensões criativas, aquelas que possuem a energia ideal para serem processadas. Não estamos procurando por tensões que já passaram do ponto (prestes a romper) ou que estão sem energia (inércia), pois queremos construir a proposta em cima de algo necessário, com vida e em modo saudável. 

a) peça para o grupo descrever individualmente como é a situação atual da empresa/time


A história deve se abster de opinões e sugestões. Deve ser somente uma observação da situação atual da empresa, como no exemplo abaixo:

b) Utilizando 1-2-4-All chegue a uma única história para o grupo. 

c) Faça os mesmos passos agora para a história idealizada. Essa é uma história emocional / Verossímel / Inclusiva / Enxuta ,  como no exemplo abaixo.


Passo 2: Descrevendo e entendendo as tensões

a) Peça para que cada indivíduo leia a história idealizada e sublinhe as palavras-chave da narrativa. Em seguida, peça para que escrevam em formato de hashtag quais tensões (desafios/oportunidades) surgem ao ler a frase. Basta uma ou duas palavras. 

b) Peça para que todos priorizem suas 1, 2 ou 3 tensões (você não quer mais de 10 tensões no quadro). Anote-as no quadro. 

c) Peça para que cada pessoa coloque as hashtags em formato de Observação/Efeito, para explicar rapidamente (pitch de 1 min) o que siginifica aquela hashtag. Neste momento, o guardião está anotando de uma forma que todos possam ver (telao, flip...). 

d) Uma vez descritas as tensões, abra para dúvidas e esclarecimentos.

e) Após dúvidas, faça um "dot-voting" para priorizar as tensões. (são 3 votos por pessoa, podendo votar no máximo 2x em um mesmo ítem) 

f) Se houver tempo, tente aprofundar sobre as tensões priorizadas. Uma maneira é incluir observação, efeito, necessidade, impacto.   

Passo 3: Como agir?

a) De posse da história idealizada, juntamente com as tensões priorizadas, valide o entendimento do desafio em questão e das expectativas sobre os memos. 

VOILÀ, você agora possuí um material co-criado com o cliente que trás clareza do desafio. Se tudo ocorrer como esperado, este cliente sairá com muita confiança da sua capacidade de ajudá-los a abrir caminho pra transformação. 


Comments